"O que importa a surdez dos ouvidos quando a mente escuta? A única surdez verdadeira, a surdez incurável, é a surdez da mente". - Victor Hugo

sábado, 28 de fevereiro de 2009

Poeta Larí Franceschetto

Recomendamos:

Espelho das Águas é o primeiro livro solo do Poeta Larí Franceschetto, de Veranopolis - RS. Com editoria e composição de Suliani Editografia Ltda. Composto de 176 pg a obra trás toda essência do poeta da terra da Longevidade. O livro foi publicado por intermédio do Fundo Pró-cultura de Veranópolis e abrange somente o gênero poesia. Tem orelhas assinadas pelo 'ex-patrono da feira do livro de Porto Alegre, 2005', o historiador, editor e escritor Frei Rovilio Costa. A capa é de autoria da artista plástica Maria Salete Martinelli.

Reproduzimos agora um dos poemas que compõe o livro:


Importâncias
Há importância
num homem
sem nome
com sede
com fome
numa rua com nome?
Há importância
na anônima fome
de Maria no tanque,
nos olhos do menino
sem o brilho do vôo?
Não!
apenas um vácuo
enchendo de asco
o pouco que somos.
Larí Franceschetto
Para adquirir o livro que Custa somente R$: 25,00 (vinte e cinco reais) incluídas despesas de correios, entre em contato com o autor:
Larí Franceschetto
Rua João Leivas de Carvalho, 98
CEP 95330-000 Veranópolis - RS
Fone: 54 3441-7732

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Você já viu o Lombardi? Quem não viu, vai ver!



Você sempre quis ver quem era o puxa-saco número 1 de Sílvio Santos? O mundo pode acabar, mas não antes que você mate essa curiosidade não é mesmo? Então seus problemas acabaram, além da foto que você vê ao lado, clique no link abaixo para ver um video. É com você Lombardi!!
, silFonte: TV Mega Cubo

Garota possui uma doença rara, alergia a água


Ashleigh Morris de 19 anos anos possui uma doença rarissima, que lhe impede todo contato físico com água. A doença dermatológica chamada “aquagenic urticaria” faz com que seu corpo sofra reações alérgicas ao menor toque da água.


Essas reações que ocorrem são extremamentes dolorosas. Seria como derrubar água fervendo na pele de um apessoa normal. As reações duram em media duas a três horas.
A garota não pode nadar ou ir a uma sauna e ao sair precisa tomar cuidados, pois em dias chuvosos ela fica impossibilitada de andar na rua.
Quando ela toma banho não pode ficar mais de um minuto embaixo da água e mesmo assim é uma tarefa dolorosa. “Tomo banho em menos de um minuto. A experiência é tão dolorosa que muitas vezes acabo o banho chorando”, declarou a menina.
Apesar de tudo Ashleigh tenta levar uma vida normal. Ela estuda jornalismo e trabalha.
A doença ainda não possui cura, mas há estudos que levam a crer que a doença responde bem ao tratamento com UVB e anti-histamínicos.
Fonte: TV Mega Cubo. Arquivo de Diego Martins

Homem sofre de enxaqueca por 30 anos


Walacir Cheriegate de 66 anos, passou 30 anos de sua vida sofrendo de enxaqueca diariamente, ela afirma que sofria com as dores 28 dias por mês na média.
Após consultar vários especialista entre neurologistas, acupunturistas, massoterapeutas e também conselheiros espirtuais o homem não encontrou a solução de seu problema.
Foi um neurologista que acabou descobrindo de onde vinha a enxaqueca que ficava mais forte com o passar dos anos. Ela vinha dos próprios remédios que Walacir, que é militar reformado, tomava para tentar sanar suas dores de cabeça. “É o cerebro que produz endorfinas, nossos analgésicos endógenos. Com o uso regular de analgésicos, o cérebro interpreta, burramente, que não precisa produzir esses analgésicos endógenos, e aí vem a dor”, explicou o médico.
Hoje o militar esta curado, apesar de ter passado por uma difícil fase onde teve que bandonar os remédios e aguentar a dor. Walacir diz que foi a disciplina militar que o vez aguentar esses 30 anos de dores. Agora sem as dores ele até brinca dizendo que sua esposa é “uma santa” por ter passado todo esse tempo ao seu lado.

Fonte: TV Mega Cubo. Artigo de Tiago Martins

domingo, 1 de fevereiro de 2009

Salvar gays é tão importante quanto salvar florestas, diz Bento 16

O papa Bento 16 disse que salvar a humanidade do comportamento homossexual ou transexual é tão importante quanto salvar as florestas da destruição.

"As florestas tropicais merecem a nossa proteção. Mas o homem, como criatura, não merece nada menos [do que isso]", disse Bento 16 em seu discurso de final do ano para os seus assessores mais próximos e outros funcionários do Vaticano.

Segundo ele, a igreja "deveria proteger o homem da autodestruição". "É necessário um tipo de ecologia do homem", acrescentou.

O papa criticou a teoria de gênero, que diz que as diferenças biológicas desempenham um papel relativamente pequeno nas diferenças reais entre homens e mulheres. Essa teoria, rejeitada pelo Vaticano, diz que a maioria das diferenças são questões não de sexo mas de gênero, e são formadas e cultivadas socialmente
Esta teoria é defendida por grupos gays e transexuais como chave para a tolerância, de acordo com o correspondente da BBC em Roma, David Willey.
O papa afirmou que tornar menos clara a distinção entre masculino e feminino pode levar à "destruição da raça humana".
A igreja católica considera pecado o ato homossexual, mas não o homossexualismo.

Fonte: Folha On-Line - SP