"O que importa a surdez dos ouvidos quando a mente escuta? A única surdez verdadeira, a surdez incurável, é a surdez da mente". - Victor Hugo

terça-feira, 23 de março de 2010

Rádio Brasil Casual é Destaque na 6ª edição do Fala Escritor

Durante a 6ª edição do projeto Fala Escritor, realizada no ultimo dia 20 de março, na Saraiva do Shopping Iguatemi, a  coodenadora da Rádio Brasil Casual em Salvador, Renata  Rimet, fez a entrega do livro "Um Pouquinho" de Sua própria autoria nas mãos da escritora Janaína Oliveira. O livro foi sorteado durante o programa Papo Casual ao  Vivo com Emerson Maciel, diretor e comunicador da RBC - Rádio Brasil Casual. Como ambas, sorteada e ofertante, moram em Salvador, Renata aproveitou o embalo do evento para destacar a Rádio Brasil Casual, que no dia 8 de maio próximo chegará com todo gás em Salvador.

Na foto Janaina recebe com alegria o livro de Rimet, e ao fundo a Rádio Brasil Casual foi exibida em telão para os presentes ao  evento.
O Projeto Fala Escritor – Foi criado em 2009, pelo poeta Leandro de Assis, com a colaboração dos escritores Carlos Souza, Fau Ferreira, Grigório Rocha, Monique Jagersbacher, Renata Rimet e Valdeck Almeida. Seu objetivo é unir os novos escritores brasileiros, incentivar a escrita, a publicação e o lançamento de livros, além de disseminar informações  referentes ao mercado editorial.                                                             



domingo, 14 de março de 2010

A Primeira Rádio Web de Laranjeiras

Por: Chrys Santos

Nossa como vibrei quando soube da noticia: 9 de fevereiro, entraria no ar a primeira rádio web de Laranjeiras. Tendo como idealista o Poeta Emerson Maciel. A Rádio Brasil Casual, não foi feita apenas para Laranjeiras, mas para pessoas do mundo inteiro. Pois pessoas de todas as partes do planeta deixam recados por lá.


Isso vai ficar na História, a primeira rádio web de Laranjeiras e única em atuação da cidade. Show de bola. Emerson Maciel foi entrevistado pela Revista Fiandeira de São Paulo, o entrevistar perguntou: “Quando surgiu a ideia? De que forma nasceu o projeto? Quando e por que pensou nisso, de fundar uma rádio na Web?” ao que ele respondeu: “Sempre quis trabalhar com rádio, ter um programa eclético, com poesias, músicas de forma extrovertida, mas com a terceirização da rádio privada ficou mais difícil, hoje as emissoras preferem arrendar espaço a contratar alguém para apresentar um programa, sai mais em conta para eles. Levei uma proposta de um programa chamado “Tribuna Alternativa”, e o orçamento ficou em media R$: 3.000/mês. Fomos atrás de patrocínio, mas não conseguimos o suficiente, sendo assim desistimos. Foi daí que surgiu a idéia de criar uma Web Rádio. A Rádio Brasil Casual nasce para dar vez aos artistas.”


Isso é o reflexo que de fato o Poeta nasceu para fazer “escola”, servir de exemplo, de entusiasta para os mais jovens. O teu currículo é de causar inveja: Embaixador da Paz pelo circulo da Paz da Suíça, Membro dos Poetas Del Mundo (Chile), e da associação internacional dos escritores e artistas – IWA (EUA).


Continua a Revista Fiandeira: “Resuma, por gentileza, o que é a Rádio Brasil Casual”. Ao que ele respondeu: “É uma proposta alternativa para aqueles que querem aparecer na mídia nacional ainda que por uma web Rádio, hoje, a Brasil Casual é a rádio mais ouvida proporcionalmente no Brasil, isto é, temos ouvintes em todos os cantos e até no exterior. Em 15 dias no ar ultrapassamos a marca dos 3mil acessos. Isso me deixa feliz, o sucesso casual da rádio tem feito esse poeta feliz. Hoje recebo e-mails de pessoas elogiando a programação da rádio, o número de pessoas que me seguem no twitter triplicou, sem contar os convites de solicitação de amigos no Orkut. Devo isso a todos os companheiros por esse Brasil afora que tem repassado o nosso link para os amigos, vizinhos etc...”.



Desejamos muita sorte ao nosso colega de Jornal, e para quem quiser navegar nas ondas da Rádio Brasil Casual visite o Link: www.radiobrasilcasual.com e para conhecer mais sobre Emerson Maciel: www.emersonmaciel.com.br



Fonte: Jornal O Liberal

terça-feira, 2 de março de 2010

Depois da França a Suíça será o novo destino de Nogueira

(Nogueira durante visita a Paris)

O artista plástico laranjeirense Ednaldo Nogueira continua sendo um caso exemplar nas artes plásticas sergipana. Depois de Madri, Paris, o destino do artista será a Suíça, Portugal e Irlanda. Segundo ele tem recebido muitos convites, mas irá atender um por um, o primeiro será a Suíça com previsão para junh/julho.

Nogueira é um daqueles artistas que vivem para a arte, se lança para e pela cultura para fazer conhecida a sua terra natal, Laranjeiras. Luta pela valorização dos artistas da terra.
Recentemente recebemos do artista um manifesto, o que ele prefere chamar de ‘Projeto Proposta’ para a construção de uma Galeria de Artes em Laranjeiras, a qual se chamaria de ‘Horácio Hora’. Com a construção de tal galeria ele julga que será o primeiro passo para o desenvolvimento cultural, cientifico e pedagógico de Laranjeiras.

Uma idéia que parte de alguém que conhece, vive e trabalha em prol da arte. Vindo de um artista nato, a sociedade, o governo municipal e os artistas devem abraçar essa idéia. Nós conversamos com Nogueira durante uns 30 minutos, e não percebemos nenhum foco de individualismo, ele sempre foca o coletivo, sempre pensa nos artistas.

Ele eleva o nome de Laranjeiras ao retratar como ninguém a riqueza cultural do Vale do Cotinguiba. Deste modo, o Cacumbi, a Chegança, o Lambe - Sujo, a Taieira, o São Gonçalo e tantas outras manifestações populares fazem parte de suas telas. A Suíça assim como a França e Madri, vai se encantar com tamanha habilidade e perfeccionismo do artista laranjeirense.

Torcemos pelo artista Nogueira, pois esse levará o nome da “Athenas sergipana” á Suíça. Que ele continue nos representando em todos os lugares por onde passar, mas, esperamos que Laranjeiras reconheça nele o talento que outros países já reconheceram.

Carlos Venttura, De Lauro de Freitas – BA para o mundo.


Carlos venttura, nasceu em salvador/ba. cantor, compositor, poeta, romancista, dramaturgo.


Músico autodidata, sua paixão pela música despertou aos 8 anos de idade,como também bem cedo deu inicio ao lado escritor e poeta.
Sua carreira teve início ainda jovem, tocando chorinho (bandolim), sua grande influência musical, herdada de sua família.Se apresentou em diversos programas de tvs na bahia entre eles :parquinho tv aratu, recreio e zás-traz tv itapoan.


Na década de 80 participou de festivais estudantis, integrando bandas, tocando guitarra e violão, compondo, iniciando parte de sua experiência.
no final dos anos 80 começou a ser percebido pelos músicos locais. passou a compor rock, blues, jazz, mpb e outros estilos experimentais, em parceria com luciano factum, retratando sem sombra de dúvida sua grande musicalidade.


Deu prosseguimento à sua carreira, se apresentando em diversas casas e bares da cidade e em grupos teatrais, compondo e escrevendo crônicas e poesias.
fez apresentações com bandas em aberturas de grandes shows, como rita lee, barão vermelho, lulu santos, e outros.


Na mesma época escreve seus dois primeiros trabalhos literários os livros “cartas aos seus sentimentos” e “a primavera em palavras” que foram lançados em pequena escala e anos depois 2005 é lançado “a primavera em palavras” e 2006, “cartas aos seus sentimentos” com apoio internacional em países de língua portuguesa.
em 1990 fixou residência no rio de janeiro, dando continuidade às suas apresentações em casas noturnas, redutos de movimentos e expoentes da música popular brasileira.


desenvolve e monta o projeto o projeto , “ciranda das artes” que tem por objetivo levar ao público uma noite de cultura e arte num só evento, música, literatura, poesia e artes plásticas, dança, teatro. apresentando a arte e o talento de artistas não contemplados pela mídia convencional no qual divulgou e lançou grandes expoentes da música, artes plásticas, teatro e dança e que estão na grande mídia hoje.


Retornou à Bahia em 1997, desenvolvendo e fazendo parte de projetos musicais.
Em 2000, passou a compor sozinho um trabalho com várias vertentes da mpb, samba, ritmos regionais e outros estilos, sempre se preocupando em manter vivas as verdadeiras raízes de nossa música.


No seu retorno para a boa terra volta a participar de Festivais e atividades Culturais, algumas em destaque:


- I e II FESTIVAL DA FM EDUCADORA DA BAHIA.
Concorreu em 2004 ao PRÊMIO ITAÚ (Rumos-ITAÚ) na categoria melhor composição inédita.


- Em 2005 participou de mais um Festival de Música da TV Cultura em São Paulo. Faz Shows em Casas em Salvador .


Em 2006, concorreu ao “PRÊMIO VISA na categoria compositor popular.
Projeto Artes Sem Fronteiras.

Fim de 2006: Escreve seu 1º o Romance "Conjecturas" o qual fez a adaptação para o Teatro, além da trilha sonora da peça que leva o mesmo nome "Conjecturas"
É convidado para fazer a Direção Musical do Projeto “Vozes” da Diretora e Atriz Antonia Adorno.


2007: Monta e executa o projeto Ciranda das Artes na Bahia (Piloto) Foram apresentados novos artistas e seus trabalhos, afim expandir sua atuação para toda a cidade do Salvador e outros estados.


Inicia o seu 3º Livro de Poemas (Os Amores que Guardei Pra Ti) Vol- I


Agosto de 2007- Funda a UNIALF- União dos Artistas de Lauro de Freitas) Entidade que tem como finalidade agregar todas as vertentes artísticas da Cidade de Lauro de Freitas-Ba. Divulgando e fomentando a Cultura e a Arte local e seus artistas.
Hoje é Presidente de Honra da Entidade (UNIALF)
Escreve o seu 4º Livro de Poemas (Os Amores que Guardei Pra Ti) - Vol- II)
Promove e Executa através da UNIALF o 1º Seminário de Música de Lauro de Freitas e o 1º Seminário de Artes Plásticas de Lauro de Freitas.

Participa como Delegado, representando a Cidade de Lauro de Freitas no Encontro Estadual de Cultura em Feira de Santana-Ba e se destaca com ações e projetos em prol da região Metropolitana de Salvador e da Bahia como um todo, direcionou varias propostas que foram incluídas nas ações do Governo Estadual nas áreas da Música, Literatura e Artes Plásticas.

Um dos Redatores e Relator da Carta em Defesa ao Quilombo de São Francisco do Paraguaçu e é ovacionado por toda Plenária Final na Apresentação e Leitura da Carta que foi entregue aos Representantes dos Governos Federal e Estadual.


Ainda em 2007, inicia seu Segundo Romance, um Livro de Ação e Fatos Históricos sobre os anos de chumbo.

“... Um homem, Duas Vidas um Amor a Visão Atual Sobre as Lutas da Esquerda nos Anos de Chumbo, E a Esquerda no Poder nos Dias Atuais.
Envolvente! Emocionante!


"O RETORNO" Título Provisório”

Escreve seu novo Trabalho Musical 12 canções do seu CD “De Todo o Coração” Que ainda não tem data prevista para Lançamento
2008, Programa e Executa através de apoios e parcerias as Séries de Exposições (Pintando História I Em Comemoração aos 46 Anos de Emancipação de Lauro de Freitas/Pintando História II Lauro de Freitas Vai a Salvador Mostrar as Suas Artes, em comemoração aos 400 anos de Fundação da Freguesia de Stº Amaro de Ipitanga, No Centro Cultural da Câmara de Salvador/ Histórias e Vidas Mostra individual dos Artistas da Entidade / Além de Promover a 1ª Exposição dos Renomados mestres Professores: Juarez Paraíso e Márcia Magno em Lauro de Freitas/ Foi Idealizador e Executou Juntamente com a nova Presidente da UNIALF a Artista Plástica e Designer, Thais Podleskis e sua Diretoria, do projeto Um Certo Dorival Exposição Coletiva que tem como inspiração as Canções de Dorival Cayme que Será apresentada no Areoporto Internacional de Salvador-Ba.


Maio de 2009 monta a 1ª Exposição coletiva de Artistas Plásticos da Bahia na Austria, com o tema "A Evolução da Cultura Negra no Brasil e Seus Reflexos no Mundo" com os Artistas Plasticos da UNIALF.

É convidado Pela Prefeita Moema Gramacho para Compor a Equipe da Secretaria de Cultura para somar no Departamento de Cultura com a sua Experiência como Artista e Homem de Cultura num Projeto de Políticas Voltadas a Diversificação Cultural e implementação de Ações na valorização dos Artistas Locais e Resgate da Cultura Popular.


Publica em Agosto na Bienal de São Paulo um dos seus trabalhos juntamente com 180 Escritores do Brasil, Portugal, Angola e Moçambique, no projeto Antologias Poéticas Premio Valdeck de Jesus.


Em Dezembro de 2008 é indicado através de pesquisa é Premiado pela A ABRASA- Associação Afro-Brasileira de Dança Cultura e Arte, entidade internacional com sede na cidade de Viena-Áustria, em parceria com a Universidade de Viena, como o Homem da Cultura no Brasil 2007/2008 na Categoria Associativismo Artístico Cultural,


Em prol da promoção cultural da coletividade artística à frente da UNIALF e SINDIMUSICOS- BA,Casa das Artes e outras, promovendo diversos trabalhos com artistas locais, desenvolvendo ações coletivas com diversos segmentos artísticos e pelo conjunto da sua obra Musical e Literaria.
Sua luta e seus trabalhos em prol do associativismo cultura e artistico, têm inspirado a criação de diversas entidades com a mesma diretriz da UNIALF, no Brasil, África e Europa.

28 de Maio de 2009 em Viena-Austria no 2º Áustria Brasil em Movimento, recebe o premio e participa do Forum Internacional Promovido pela ABRASA em Viena-Austria, "A Evolução da Cultura Negra no Brasil e Seus Reflexos no Muindo" como palestrante, falando sobre: (Movimentos Artísticos da Cultura Negra e Seus Vários Reflexos na Contemporaneidade) e (Cultura e Artes no Contexto Associativista /A Evolução Cultural do Ponto de Vista da Cadeia Produtiva), marca posição de destaque no fórum.

Diretor do "Sindicato dos Musicos Profissionais da Bahia" Implementou ações e Projetos com a equipe do SINDIMUSICOS-BA, no sentido de Trabalhar a Profissionalização dos Artistas da Região Metropolitana de Salvador .


Com atenção especial a Cidade de Lauro de Freitas, implementando fiscalização das Condições de Trabalho do Profissional da Música em Eventos e Shows na Região Metropolitana.
Está montando mais um trabalho teatral seu juntamente com o Diretor Teatral, Tonni Fereira, “SÉRIE DIÁRIA”


A série "Diária" é uma teia amorosa,

com ações, e sentimentos, onde o amor e a paixão travam uma batalha de sobrevivência, em meio à volúpia, visões, medo, pensamentos e procura.

Um poema dividido em 10 capítulos e adaptado para os palcos,
em que você irá a cada um desses capítulos, se encontrar se identificar e se perder.
Onde começa a paixão?

E onde está o amor?

Descubra!


Ativista Cultural, CARLOS VENTTURA é a prova da versatilidade do Artista brasileiro, tendo respaldo para ser contemporâneo de qualquer futuro que a Música e a Poesia e as Artes venham experimentar.


Acesse:

www.recantodasletras.com.br/autores/carlosventura


www.palcomp3.com.br/carlosventtura



Fonte: Acervo de Carllos Ventura