"O que importa a surdez dos ouvidos quando a mente escuta? A única surdez verdadeira, a surdez incurável, é a surdez da mente". - Victor Hugo

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Emerson Maciel toma posse na Academia de Letras de Teófilo Otoni - MG


Por Luciana Novais*

Emerson Maciel no momento do juramento
Neste mês queremos destacar o brilhantismo do nosso querido poeta Emerson Maciel Santos. Aos onze dias do corrente mês, pudemos participar da cerimônia de posse de membro correspondente do supracitado poeta na ALTO (Academia de Letras de Teófilo Otoni/MG). Na ocasião estavam sendo empossados outros membros. Como titulares contamos com a presença de Olegário Alfredo da Silva e Marlene Campos Vieira, ocupando as cadeiras 18 e 29, na respectiva ordem. Também como membros correspondentes Vilson Ribeiro (Pavão/MG) e Marcos Aurélio de Freitas Lisboa (Belo Horizonte/MG). A referida academia foi fundada em 20 de Dezembro de 2002, tendo como Patrono Oficial o professor Celso Ferreira da Cunha. Atualmente a academia é presidida por Amenaide Bandeira e Wilson Colares é o secretário Geral. Desde então tem assumido o compromisso em resgatar, divulgar e valorar a arte, literária mais precisamente, naquele território e mantendo correspondência com outras localidades.
Na agradabilíssima noite em Teófilo Otoni, Emerson Maciel faz seu juramento, comprometendo-se com a divulgação da cultura, da poesia, das diversas formas de arte, como tem feito ao longo dos anos. Não temos dúvida da indicação à academia, ser o resultado do que ele tem defendido até hoje. Essa afirmação está presente em seu discurso de posse, quando profere: “Não podemos deixar de sonhar... Não podemos deixar calar a voz de um poeta, o mundo ficaria em silêncio”. Foi instigante para os presentes, saber que Sergipe pode contar com um poeta tão jovem e responsável com esta causa tão nobre, que é a difusão da literatura.
Muitos têm questionado sobre o jovem poeta estar na academia, uma vez que é de praxe, sem preconceitos, não encontrarmos escritores tão jovens. O resultado do poeta laranjeirense de coração, provém das suas iniciativas em divulgar o seu trabalho através da publicação em jornais, participação em eventos sobre poesia, através de outros correspondentes. O que percebemos, muitas vezes, são talentos esquecidos. Homens e mulheres de uma aguçada sensibilidade sendo sufocados por uma sociedade consumista, materialista, mercantilizada que acaba não percebendo a importância e o valor que há nas artes. O resultado disso é a aceitação daqueles que estão presentes nos discursos midiáticos e o esquecimento daqueles que estão mais próximos do discurso humanizante.
Hoje temos conhecimento de muitos poetas, prosadores, artistas plásticos dos séculos passados que não tiveram suas obras difundidas, consequentemente foram esquecidos pela sociedade, quiçá pela família e amigos. Hoje, começam a ser estudados graças a projetos de pesquisa, como é o caso do Grupo de Estudos da Literatura e da cultura, liderado pelos professores Ana Maria Leal Cardoso e Carlos Magno Santos Gomes, ambos atuam na UFS. Tem como objetivo o resgate de memórias dos autores sergipanos presentes em romances que não são divulgados, conhecidos na região.
Muitos são os motivos para não publicação e veiculação das obras de artistas inovadores, mas precisamos reconhecer o mérito daqueles que tem se destacado no meio literário, tem sido indicados para as academias. Por isso queremos parabenizar o poeta Emerson Maciel, pelo seu brilhantismo, por nunca desistir da literatura, da poesia, por ele não ter silenciado a poesia que habita o seu ser. Parabéns poeta por mais esse lugar conquistado, uma vez em uma Academia és imortal para a história da Literatura.
Humanitas, por Emerson Maciel,
...As pessoas esquecem o que você fez, mas sempre lembram a maneira a qual você as tratou ... cuide bem, trate bem, e teremos um mundo mais humano.



 _______________________________________________________________________
* Luciana Novais dos Santos é professora Mestre em Literatura (UFAL), professora das faculdades Pio Décimo e FJAV (Lagarto) e Substituta da UFS.

Nenhum comentário: