"O que importa a surdez dos ouvidos quando a mente escuta? A única surdez verdadeira, a surdez incurável, é a surdez da mente". - Victor Hugo

terça-feira, 29 de março de 2011

Recomeçar

Esse video foi gravado pelo Grupo Alicerce, de Joinvile-SC. Letra e Música de Roberto Kunzendorff Júnior, pastor em Porto Alegre, Igreja Luterana. Roberto é considerado um dos maiores compositores da música gospel mundial. Preste atenção em cada palavra e medite na melodia.

domingo, 27 de março de 2011

Emerson analisa um textoo de Lya Luft


Lya Luft em seu artigo A maior ironia faz duras críticas ao atual processo de aprendizagem, em especial, as formações acadêmicas atuais. A escritora avalia que o fato de a reprovação ser algo muito raro, tem causado grandes prejuízos que serão sentidos daqui a algumas décadas. As ululações consumistas têm sido a principal causadora, na avaliação da letrada.
Com um tom de ironia bem aguçado, Lya diz que para os que pensam em seguir uma tendência diferente ao consumismo deverão viver numa espécie de ilha. Continuando ela continua ironizando afirmando que “já existe em países adiantados intelectuais, pensadores, pesquisadores, cientistas pagos simplesmente para pensar, criar, inventar...” quando na verdade deveria ser mais que uma responsabilidade social e pessoal.
A autora enfatiza não ser contra as tecnologias que estão no mercado, mas que não é tomada por ansiedade para adquirir algo da moda. Lamentando o fato de que “as atuais agitações em países do Oriente me fizeram pensar que a filosofia (os gregos) foi substituída pela religião, a religião pelas ideologias e as ideologias, atualmente, pelo consumismo”. Mas enfatiza que diante da situação em que vive o seu país (leia-se: Brasil), deixa um ar de que não é justo em quanto uns passam por dificuldade, outros cruzam os braços depois de ir ao shopping “consumir”.
Lya cita os pesos da vida moderna (correrias, compromissos, contas e etc.), enfatizando que todos receberão a visita da grande prostituta a qual chamamos de morte. Questionando o lugar em que estamos se em coisas terrenas ou quiméricas.
A crítica termina o artigo questionando o que sentiremos quando descobrirmos que fomos à vida inteira vítimas da grande ironia (consumismo) sem perceber.

quinta-feira, 17 de março de 2011

CAPPAZ É SELO OFICIAL PERSONALIZADO DOS CORREIOS- BR

CAPPAZ  É SELO OFICIAL PERSONALIZADO DOS CORREIOS- BR
CAPPAZ ENTRA NA HISTÓRIA DO BRASIL
Dia 15 de março é um marco histórico para a  CAPPAZ
Na fotografia o confrade Professor Dr. Felix Reichert - Presidente da
Federação Filatélica e Numismática/SC entrega  à confreira
Honorária- Dra Reti Jane Popelier  o primeiro conjunto de selos
comemorativo aos três anos da Fundação da CAPPAZ.
O evento ocorreu no auditório da 15ª. Subseção da OAB-
Balneário Camboriú/SC
As confreiras- Dra Reti Jane Popelier e
Joyce Lima Krischke  comemoram
o momento histórico  da CAPPAZ:
Dra. Reti Jane Confreira Honorária
recebe a justa homenagem
da CAPPAZ- conjunto de selos personalizados
CAPPAZ - 3 Anos Pela Cultura Da paz
COMUNICADO 01/2011-CAPPAZ

 ASSUNTO- DIVULGA E IMPLANTA - PROJETO CAPPAZ Nª01/2011

A Presidente Nacional CAPPAZ, com ciência e concordância  do Presidente de Honra CAPPAZ e da 1ª. Vice-Presidente Nacional,  considerando:
a) a divulgação da Cultura de Paz que  é o grande objetivo da CAPPAZ;
     b) os três anos de existência da Confraria,  marcados pelo denodo de seus co-fundadores;
             c) as ações de seus  membros,  que ingressaram após a sua fundação, indicadoras da participação  ativa  em  projetos que divulgam-na por meio da Antologia-Interfaces de Amor e Paz e de Cirandas Mensais, bem como as   presenças apoiadoras nos diversos eventos decide Aprovar, Implatar e Divulgar
o Projeto CAPPAZ 01/2011, em anexo, para execução imediata.

Porto Alegre, 12 de março de 2011.

Joyce Lima Krischke
Presidente Nacional CAPPAZ

Ciente e de acordo
EstherRogessi
1ª Vice-Presidente Nacional-CAPPAZ

J.J.Oliveira Gonçalves
Presidente de Honra CAPPAZ