"O que importa a surdez dos ouvidos quando a mente escuta? A única surdez verdadeira, a surdez incurável, é a surdez da mente". - Victor Hugo

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Bancários fecham o CPD do Banese

A greve nacional dos bancários continua crescendo em Sergipe, principalmente no Banese - Banco do Estado de Sergipe -, quando, nesta segunda-feira (10), 14º dia de paralisação, o Sindicato dos Bancários fechou o prédio do Centro de Processamento de Dados (CPD) do banco, localizado no DIA - Distrito Industrial de Aracaju. O objetivo é fazer com que o banco melhore a proposta para os baneseanos, já que a oferecida e apreciada na assembleia realizada no último dia 4, foi rejeitada por unanimidade.
“Hoje é um dia histórico para nós sindicalistas. Pela primeira vez numa greve o CPD do Banese foi fechado completamente. No prédio trabalham mais de 300 funcionários, o que equivale a mais de dez agências do banco, e das maiores”, comemora José Souza, presidente do Sindicato dos Bancários de Sergipe.
A greve em Sergipe começou com 60% de adesão e já se encontra com quase 80%. Em decorrência do silêncio da Fenaban – Federação Nacional dos Bancos -, em retomar as negociações e apresentar uma proposta decente para a categoria, o Comando Nacional dos Bancários se reunirá nesta terça-feira, em São Paulo, para avaliar o movimento.

Os bancários reivindicam reajuste de 12,8% (5% de aumento real mais a inflação do período), valorização do piso, maior Participação nos Lucros e Resultados (PLR), mais contratações, fim da rotatividade, combate ao assédio moral, fim das metas abusivas, mais segurança, igualdade de oportunidades e melhoria do atendimento aos clientes.

Da assessoria de imprensa do Sindicato dos Bancários

Nenhum comentário: