"O que importa a surdez dos ouvidos quando a mente escuta? A única surdez verdadeira, a surdez incurável, é a surdez da mente". - Victor Hugo

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Prefeitura de Propriá lança Edital do Concurso de Poesia

XXV ENCONTRO CULTURAL DE PROPRIÁ
Identidade do Povo Ribeirinho
Propriá (SE), 22 a 29 de Janeiro de 2012
 
 
    EDITAL Nº 01/2011

Estabelece o Regulamento do Concurso de Poesia Falada “Poeta João Fernandes de Britto” do XXV Encontro Cultural de Propriá e dá outras providências.


Art. 1º – A Prefeitura Municipal de Propriá, através da Secretaria Municipal de Cultura e Meio Ambiente, promove em 25 de Janeiro de 2012 o Concurso de Poesia Falada de Propriá “Poeta João Fernandes de Britto, cujo objetivo é o incentivo a produção poética no estado de Sergipe.

Art. 2º – Poderão participar do Concurso poetas residentes em qualquer município do estado de Sergipe.

Art. 3º – Cada concorrente só poderá inscrever somente 1 (um) poema inédito.

Art. 4º – Não há limites de páginas, forma e conteúdo. Não há tema determinado.

Art. 5º – Em um envelope grande deve constar o original, um cd com o poema digitalizado e três cópias “assinadas” com um “pseudônimo”, de forma que não seja identificado o autor.

Art. 6º – Em outro envelope pequeno (que deve estar dentro do envelope grande), deve constar: nome, pseudônimo, endereço, telefone, e-mail e um pequeno currículo do autor.

Art. 7º – Os poemas devem ser digitados em papel A4, espaço dois, tamanho 12, em letra Times New Roman ou Arial, com 3 cm de margens superior, inferior, esquerdo e direito e de um só lado do papel.

Art. 8º – O prazo de inscrição vai de 1º de Novembro a 16 de Dezembro de 2011.

Art. 9º – Os envelopes devem ser enviados para a Secretaria Municipal de Cultura e Meio Ambiente, situada a Praça da Bandeira, Centro, CEP: 49.900-000, aos cuidados do professor Luiz Carlos Gomes dos Santos, coordenador do Concurso de Poesia Falada “Poeta João Fernandes de Britto”.

Art. 10º – Os 12 (doze) poemas selecionados serão publicados no site da Prefeitura Municipal de Propriá.

Art. 11º – A Comissão de Seleção será composta por 3 (três) membros re reconhecido valor e notório saber. Ela será responsável pela seleção de poemas, independente de quantidade, levando-se em conta os critérios: originalidade, linguagem e estrutura.

Art. 12º – Os autores receberão, a título de direitos autorais, um mínimo de 10 exemplares da edição a ser impressa cuja tiragem total será definida pela Prefeitura Municipal de Propriá.

Art. 13º – A Comissão de Seleção terá o prazo de 19 a 30 de dezembro de 2011 para finalizar a seleção.

Art. 14º – Os 12 (doze) poemas selecionados serão divulgados no site: http://www.propria.se.gov.br no dia 02 de janeiro de 2012 e a partir daí através de release através da Coordenação de Comunicação da Prefeitura Municipal de Propriá à imprensa sergipana.

Art. 15º – Os poemas, em ordem alfabética, serão declamados por seus autores ou intérpretes por eles indicados em Recital Público a ser realizado no Auditório do Colégio Nossa Senhora das Graças, a partir das 20 horas do dia 25 de Janeiro de 2012.

Art. 16º – A Comissão Julgadora, composta por 5 (cinco) membros de reconhecido valor e notório saber, nomeados pela Comissão Organizadora do Concurso de Poesia Falada “Poeta João Fernandes de Britto”, composto prioritariamente por poetas, atores, diretores, produtores culturais e ou escritores, farão a avaliação das apresentações, observando os seguintes critérios: originalidade, ritmo, linguagem, estrutura e interpretação.

Art. 17º – Serão ofertados um total de R$ 3.200,00 (três mil e duzentos reais), assim distribuídos:

I – 1º Lugar: R$ 1.000 (mil reais).

II – 2º Lugar: R$ 700,00 (setecentos reais).

III – 3º Lugar: R$ 500,00 (quinhentos reais).

IV – 4º Lugar: R$ 300,00 (trezentos reais).

V – 5º Lugar: R$ 200,00 (duzentos reais).

VI – Melhor Intérprete: 500,00 (quinhentos reais).

Art. 18º – A remessa do trabalho configurará a inscrição a esta, a aceitação plena do Regulamento.

Art. 19º – Os trabalhos não serão devolvidos.

Art. 20º – Os caos omissos e não previstos no regulamento, serão resolvidos pela Comissão de Seleção e depois de terminada sua tarefa, pela Comissão Julgadora, em caráter irrevogável.


Propriá (SE), 1º de Novembro de 2011.


JOSÉ AMÉRICO LIMA
Prefeito Municipal
 
JOSÉ ALBERTO AMORIM
Secretário Municipal de Cultura e Meio Ambiente
 
LUIZ CARLOS GOMES DOS SANTOS
Coordenador do Concurso de Poesia Falada “João Fernandes de Britto”

Fonte/Autor: COCS/Propriá, in: http://www.formaecor.com.br

Nenhum comentário: